Analistas na bronca: Cerca de 1,3 mil analistas em gestão educacional cobram do Governo de PE


O grupo formado por efetivos afirma que a remuneração é de R$ 1,6 mil e está defasada desde 2008. Eles também reivindicam equiparação ao que recebem contratados, chegando a R$ 4,5 mil. Uma carta com as demandas foi entregue pessoalmente ao governador Paulo Câmara no mês passado.


O Blog procurou a Secretaria Estadual de Educação, mas não obteve resposta (Blog do Magno Martins, Por Houldine Nascimento)

2 visualizações0 comentário