ARARIPINA: 22 mil pessoas estão no CadÚnico, mas apenas 15 mil recebem Bolsa Família

Foto: Blog do Roberto

A gestora do instrumento em Araripina, Larissa Modesto, explicou na última sexta-feira (12), na Rádio Arari FM, como funciona o atendimento local; ouç O Cadastro Único para Programas Sociais ou CadÚnico, é responsável pela cole nota de dados e informações que identificam todas as famílias de baixa renda no país, para que sejam incluídas nos programas de assistência social e redistribuição de renda do Governo Federal. A gestora do instrumento em Araripina, Larissa Modesto, explicou na última sexta-feira (12), na Rádio Arari FM, como funciona o atendimento local. Segundo ela, são cerca de 22 mil famílias cadastradas, em torno de 60 mil pessoas. Das 22 mil, 15 mil são beneficiadas pelo programa Bolsa Família, um total de 46 mil pessoas, e equivale a 55% da população. O setor está funcionando atualmente através de agendamentos por causa da pandemia. Em atendimento presencial já chegou a receber até 2 mil pessoas em um dia, e ao menos 2 mil mensagens diariamente. Ela também explicou que não é necessário recadastramento, somente a atualização, que deve ser feita a cada dois anos. Para quem tem filhos na escola, sim, a atualização pode ser feita anualmente. “Não é preciso que a família nos procure emergencialmente, é apenas uma questão de organização. Nós estamos montando o calendário e pedindo que essas famílias nos procurem a partir de junho, no caso, as que não estejam atualizadas há mais de dois anos”, comunicou a gestora do CadÚnico. Para realizar o Cadastro é preciso levar todos os documentos pessoais originais do responsável familiar e todos os dependentes que moram na casa, é cadastro familiar, por isso, todos devem ser inseridos no mesmo CadÚnico. O atendimento semanal no CadÚnico é de aproximadamente 500 pessoas por semana. Um cadastro fica disponível até 4 anos, se não atualizado poderá ser excluído ou cancelado.


Editado por Cidinha Medrado

1 visualização0 comentário