Câmara de Salgueiro aprovou PL para inclusão de igrejas como atividades essenciais



O projeto de lei de autoria da bancada evangélica, em conjunto com a União de Pastores de Petrolina (UPP), tornando os rituais religiosos e os templos de qualquer credo/religião como atividades essenciais, deverá ser votado na próxima semana pelos vereadores da Casa Plínio Amorim. A matéria seria analisada na sessão virtual da última terça-feira (9), mas não entrou na pauta. Enquanto isso, outras casas legislativas estão aprovando a mesma iniciativa. A de Bezerros (PE), Agreste do Estado, foi uma delas. Nesta sexta (12), a Câmara de Salgueiro (PE), Sertão Central, tomou a mesma decisão.

De autoria do vereador Léo Parente (PL), o projeto nᵒ 011/2021 torna igrejas atividades essenciais durante períodos de calamidade pública no município. De acordo com o Blog Sertão Urgente, o vereador justificou sua proposta à necessidade da população em ter um amparo religioso nesse tempo de pandemia, além de ser assegurado um direito constitucional. As igrejas por sua vez, devem obedecer às medidas de prevenção contra a Covid-19.

Roberto Gonçalves

Foto Ilustração

0 visualização0 comentário