Celular com bateria potente é melhor? Faz diferença 2.000 ou 7.000 mAh?... - Veja mais



Imagem: Getty Images/iStockphoto

Thaime Lopes - Colaboração para Tilt

Você já deve ter visto, ao comprar um celular, que cada modelo possui especificações de baterias diferentes com números sempre na casa dos mil acompanhados da sigla mAh. Se você nunca levou esse dado em consideração na hora de adquirir um smartphone é bom rever essa prática, porque esses mAh dizem respeito à durabilidade da bateria do aparelho que você quer comprar.

A sigla mAh se refere a "miliampere-hora" e é uma unidade de medida que indica a capacidade de carga elétrica de uma bateria. Quanto maior for esse número, maior será a autonomia do celular, ou seja, o tempo que ele aguenta ficar ligado e funcionar sem precisar ser recarregado. Em outras palavras, teoricamente, você vai demorar mais para precisar carregar o celular se ele tiver um alto mAh.


No mercado, ainda é possível encontrar celulares simples que possuem 1.500 mAh de bateria, mas o mais comum é que smartphones mais modernos tenham em torno de 4.000 mAh. O Samsung Galaxy M51 é considerado o aparelho com a bateria mais potente no mercado brasileiro, com 7.000 mAh. Mas não é porque o seu celular tem 4.000 mAh que a bateria dele é pior que a de outro com 7.000 mAh. Isso porque os fabricantes colocam em seus smartphones baterias que correspondem à capacidade de uso dos seus aparelhos. Assim, um iPhone 12 Pro Max, o modelo top de linha da Apple, que possui 3.687 mAh vai conseguir reproduzir até 20h de vídeo ou 80h de áudio de forma ininterrupta, por exemplo, com a bat... -


Veja mais

0 visualização0 comentário