Covid-19: MPPE recomenda que seringa deve ser mostrada antes e após aplicação de vacina



O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) emitiu recomendação à Secretaria de Saúde do Recife (Sesau) para a colocação em prática de um protocolo de vacinação contra Covid-19 em que os profissionais de Saúde apresentem a seringa com o líquido do imunizante e vazia após a aplicação.


Segundo o MPPE, a recomendação vem após os diversos relatos no País de simulações de aplicação da vacina. No Rio de Janeiro, uma profissional virou ré por causa da “vacina de vento”.


O protocolo recomendado pela 30ª Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa da Capital prevê que os profissionais apresentem a seringa contendo o líquido da vacina à pessoa idosa e seus eventuais acompanhantes antes da aplicação. Em seguida, devem ainda mostrar a seringa sem o líquido.


A 30ª promotora de Justiça de Defesa do Idoso da Capital, Luciana Dantas, conferiu o prazo de 10 dias para que a Secretaria de Saúde do Recife informe à Promotoria sobre as medidas adotadas.


A recomendação foi publicada no Diário Oficial Eletrônico do MPPE desta sexta-feira (26), data na qual começou a contar o prazo.


Da Folha PE

1 visualização0 comentário