CREF-PE lança a campanha ‘Vacina no Braço Desconto no Treino’

O presidente do Conselho Regional de Educação Física, Lúcio Beltrão,falou sobre o assunto nessa segunda (02) na Arari FM; ouça

Por Cidinha Medrado


O Conselho Regional de Educação Física de Pernambuco (CREF) está promovendo para todo o estado, a campanha ‘Vacina no Braço, Desconto no Treino’, em parceria com academias, é um esforço para incentivar os alunos a se vacinarem contra Covid-19, porque medo de reações e desinformações atrapalharam o andamento da campanha de acordo com o PNI (Programa Nacional de Imunizações) da Secretara Estadual de Saúde. Em uma entrevista ao programa Araripina Urgente (Arari FM) com o Jornalista Roberto Gonçalves, o presidente do Conselho Lúcio Beltrão, comentou que, acima de tudo, a campanha visa o bem-estar dos alunos e é uma inspiração para que as academias utilizem o desconto como um atrativo a mais para trazer os alunos de volta e manter os ativos informados sobre a importância da vacina.


“Coisa muito boa, a gente tá lançando essa campanha a ‘Vacina no Braço Desconto no Treino’, para animar a população a se vacinar, ainda tem alguma resistência por parte de algumas pessoas, por isso, é mais um meio que a gente encontrou para estimular as pessoas a se cuidarem, a campanha tem um cunho social muito significativo, a gente espera a adesão das academias e que os clientes, os alunos, conversem com os donos, que estes se sensibilizem e sejam motivados porque essa campanha é benéfica para toda a sociedade, então se o aluno quiser, ele pode solicitar do estabelecimento como obter o desconto”, disse Lúcio.


As academias que quiserem se aliar ao CREF na campanha receberá a marca de adesão, segundo Lúcio, academias de várias cidades do Sertão já estão participando desde quinta-feira (29) de julho, quando começou oficialmente, porém, é preciso mais adeptos, segundo o CREF são cerca de 1.500 academias no estado que podem automaticamente divulgar e conceder o benefício de 10% para os alunos que aceitarem se vacinar.


“Uma academia que tem alunos vacinados, gera mais segurança para outros alunos que ainda estão vindo e a gente acredita que isso também vai fazer com que os alunos voltem para as academias, elas que tiveram um tempo de abre e fecha durante a pandemia, mas agora já estão abertas de acordo com os protocolos, mas ainda assim, alguns alunos não voltaram por causa dessa insegurança, desse medo, aquele aluno que ainda tem alguma resistência vai ver o quão preocupado o estabelecimento está em relação à saúde”, observou ele.

3 visualizações0 comentário