Deputada Dulci Amorim solicita audiência pública na Alepe sobre Caso Beatriz


A deputada estadual Dulci Amorim (PT) encaminhou um ofício à Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), solicitando a realização de uma audiência pública para tratar do caso da menina Beatriz Angélica Mota, assassinada dentro de um colégio particular de Petrolina, durante uma festa, em dezembro de 2015. No pedido, a deputada solicitou que a audiência seja marcada para a primeira semana de fevereiro de 2022, quando os trabalhos da Casa Legislativa serão retomados. Na justificativa a deputada salientou: "é um dever do Estado buscar as respostas e atender a solicitação dos pais da menina, Sandro Romildo e Lucinha Mota, que buscam a federalização do caso e também o apoio de peritos americanos, que se prontificaram a ajudar nas investigações". Em busca de ter seus pleitos atendidos, os pais da menina Beatriz e uma comitiva estão se deslocando a pé de Petrolina ao Recife. Através de sua assessoria, o governador anunciou que receberá Sandro e Lucinha em audiência, nesta terça-feira (21).

8 visualizações0 comentário