ECONOMIA: Brasil fecha setembro com mais de 300 mil novos empregos formais e deixa mercado otimista

"O Brasil gerou 313.902 postos de trabalho em setembro deste ano, resultado de 1.780.161 admissões e de 1.466.259 desligamentos de empregos com carteira assinada. No acumulado de 2021, o saldo positivo é de 2.512.937 novos trabalhadores no mercado formal" (gov.br).

Por Cidinha Medrado/via Programa Araripina Urgente_

Setembro foi mais um mês positivo para o setor de trabalho no Brasil, novos postos foram abertos e o saldo é positivo de acordo com os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Governo (Caged). O programa Araripina Urgente de sexta-feira (29) apresentou os números da região, como tem feito mensalmente, com a participação especial de Josemberg Laurentino, diretor da Fiepe (Federação das Indústrias Pernambucanas). Em sua opinião, os novos cargos gerados em Pernambuco já o consideram o estado que mais criou vagas formais no Nordeste, mas o progr.a focou em especial nos números de cargos criados na região do Araripe. "O Brasil criou mais de 300 mil empregos em setembro e já passou de 2.5 (milhões) de empregos gerados em 2021 e a gente fica olhando essa geração de empregos otimista, mas existe ainda esse pessimismo por parte do mercado e também por parte de uma parcela do Brasil, mas ele vem recuperando os postos de trabalhos que foram perdidos ano passado e esse é um número muito bom", disse Josemberg. Ele disse que reconhece que o pessimismo é mundial, que é preciso analisar a grande quantidade de previsões erradas a respeito do país, incluindo aumento de preços e o sobe e desce do valor dos combustíveis, que trouxe muita negatividade para o comércio. "Não é só no Brasil mas no mundo todo, a gente viu por aí muita gente reclamando, da gasolina cara, realmente tá muito caro mesmo, mas, por aí tá faltando, como na Europa até em outros países de primeiro mundo, faltando gás, gasolina e há um desabastecimento dos supermercados, que estão sem mercadorias, realmente a situação é muito difícil, mas por enquanto aqui no Brasil ainda não chegamos a esse ponto apesar de tudo", observou ele. Laurentino reconheceu que o setor de automotivo está passando grandes dificuldades por falta de peças e que apesar dessas informações, Pernambuco seguiu otimista pelo sexto mês consecutivo, e no acumulado do ano, deixa o mercado energizado, que vem reagindo. O Sertão do Araripe chegou a 323 empregos gerados no mês de setembro, em geral foram 224 desligamentos, mas o saldo é positivo de 99 novos empregos. Acompanhe os números, importante reconhecer que a cidade de Araripina continua redendo mais empregos, seguida por Trindade e Ouricuri. - Araripina Araripina, 158 admissões, 109 desligamentos, saldo positivo de 49; - Ouricuri, 75 admissões, 47, saldo positivo de 28; - Trindade, 56 admissões, 42 desligamentos, positivo de 14; - Ipubi, 23 admissões, 15 desligamentos, positivo de 8; - Granito, 1 admissão e 0 desligamento, saldo de 1; - Exu, 4 admissões, 2 ligamentos, 2 positivos; - Bodocó 5 admissões, 6 desligamentos, saldo negativo de 1; - Santa Cruz Santa não teve admissões, apenas 2 desligamentos, esse saldo negativo; - Moreilândia, 1 admissão e 0 desligamento, saldo de 1 positivo. "Notadamente a cidade Araripina no acumulado do ano já tem 720 novos postos de trabalho e Trindade com. São as duas cidades principais, e a gente fica muito feliz e espera que, em novembro e dezembro as coisas melhorem a consequentemente a indústria continue produzindo para abastecer o comércio", disse Josemberg.

1 visualização0 comentário