Em Serrita, Missa do Vaqueiro vira alvo de disputa política


Por Carlos Britto / Coluna da Folha__


Em Serrita (PE), no Sertão Central, um imbróglio referente à organização da tradicional Missa do Vaqueiro envolve a prefeitura municipal e a Fundação Padre João Câncio. O evento vai para sua 52ª edição neste ano. Segundo a diretora presidente da fundação, Helena Câncio, é a primeira vez que a gestão municipal tenta interferir na festa, afirmando que existe uma parceria entre os órgãos.


Essa parceria é uma falácia. Não existe. Não houve sequer uma reunião entre a gente. Estamos inclusive recorrendo ao Ministério Público de Pernambuco para que possa intervir e nos ajudar a construir pelo menos um diálogo com o prefeito Aleudo Benedito, pois na cultura de um povo não se coloca dono”, declarou.


A Prefeitura de Serrita chegou a publicar ontem (7) uma nota oficial em suas redes sociais, informando que “o Governo de Pernambuco celebrou um Termo de Cessão e Uso do Parque Estadual João Câncio, confiando ao município de Serrita a gestão e domínio do local por 10 anos”, e por conta disso o parque está passando por uma revitalização para a missa, que está marcada para acontecer entre os dias 21 e 24 de julho.


Ainda segundo a gestão, não há incertezas ou inseguranças quanto à realização do evento e também sobre a divulgação da programação parcial. Mas para os integrantes da Fundação, a prefeitura tem interferido, divulgando que algumas publicações da Fundação são fake news. “Um flagrante desrespeito àqueles que historicamente procuraram manter a lealdade aos princípios da boa informação sobre o evento“, disse Helena.

0 visualização0 comentário