Funcionário de DJ Ivis confirma que agressões eram rotina: “Já teve até tesourada”


O colunista Léo Dias divulgou em sua coluna que teve acesso a áudios enviados por Charles Barbosa de Oliveira, motorista de DJ Ivis que estava presente nos vídeos das agressões, em que ele relata que as cenas mostradas nos vídeos eram uma rotina na relação entre o compositor e sua esposa, Pamella Holanda.


“Uma coisa que eu digo a você sem medo de errar e o que eu vou falar quando for chamado lá. Se não fosse primeiramente Deus e eu, de fevereiro para cá alguém já tinha morrido. Aquela confusão ali não começou ali não, começou dentro do quarto”, contou.

46 visualizações0 comentário