GRANITO: Juiz Eleitoral condena prefeito por crime eleitoral, cobra multa e MP segue investigando


Em Granito, no Sertão do Araripe, o prefeito João Bosco Lacerda (PT) foi condenado por irregularidades na contração de pelo menos 34 pessoas às vésperas do período eleitoral em 2020. O juiz eleitoral de Bodocó condenou o gestor ao pagamento de multa no valor de 20.000 Unidades Fiscais de Referência (UFIRs). Vale destacar que 1.000 UFIRs equivalem a aproximadamente R$ 3.190. O magistrado reconheceu as irregularidades cometidas pelo gestor em atos nas vésperas das eleições, mas decidiu apenas multar o prefeito. No entanto, na decisão, o juiz determina ao Ministério Público que apure a prática de crime eleitoral e de improbidade administrativa, que pode resultar em perda dos direitos políticos e até pena de prisão, caso haja a condenação em última instância. Blog do Carlos Britto.

7 visualizações0 comentário