IR 2021: É motorista de aplicativo? Veja como fazer sua declaração

Você trabalha como motorista em aplicativos de transporte como Uber, 99 ou Cabify? Veja nesta matéria como informar os valores recebidos pelas corridas na declaração do Imposto de Renda 2021. O motorista de aplicativo é um profissional autônomo, sem vínculo empregatício, que recebe rendimentos de pessoas físicas intermediados pela empresa do aplicativo. Esse profissional está sujeito ao recolhimento do Imposto de Renda mensalmente, por meio do carnê-leão, programa que calcula automaticamente o imposto a pagar


Os valores informados no carnê-leão de um ano são transportados posteriormente para a declaração do Imposto de Renda do ano seguinte, facilitando o preenchimento. Ou seja, quem está fazendo o IR 2021 agora, precisa importar as informações do carnê-leão 2020. Para saber se você deve ou não fazer a declaração de Imposto de Renda em 2021, veja aqui as regras que obrigam o contribuinte a apresentar a declaração. Basta se encaixar em uma delas para ser obrigado a fazer o IR 2021


Por exemplo, se sua renda tributável (que é equivalente a 60% do valo total das corridas feitas em 2020) superou R$ 28.559,70, você deve entregar a declaração. Se a renda tributável das corridas não chegou a esse valor, mas você teve um segundo emprego, some as duas fontes de renda e verifique se o resultado supera esse limite de isenção. Como preencher o carnê-leão? O primeiro passo para o motorista de aplicativo que precisa fazer a declaração do Imposto de Renda 2021 é preencher o carnê-leão de 2020. Se você não fez isso ao longo do ano passado, baixe agora no seu computador o programa específico do carnê-leão 2020 no site da Receita Federal.


A partir de 2021, não será mais necessário baixar o programa. O preenchimento do carnê-leão será on-line. Aproveite e comece a preenchê-lo desde já para ficar em dia com suas obrigações tributárias deste ano para a declaração do ano que vem. Depois de instalar o carnê-leão 2020 no computador, abra o programa, clique em "Novo" no menu "Demonstrativo", localizado na coluna do lado esquerdo da tela. Informe seus dados pessoais na ficha "Identificação". No campo "ocupação principal" selecione o código "15 - Trabalhadores de serviços diversos" e em seguida selecione a opção "518 - Motorista ou condutor de transporte de passageiros". No campo "Origem dos rendimentos", selecione "Trabalho não assalariado"


Depois de preencher a ficha "Identificação", localize e abra a ficha "Livro-caixa / Escrituração". Clique no mês "JAN" e depois em "Novo" dentro da aba 'Lançamentos". Coloque a "data" do serviço, selecione a "conta" pelo número "1000 - rendimento recebido de pessoa física relativo a trabalho assalariado". Informe o CPF do "Titular do pagamento", que corresponde ao passageiro que pagou a corrida. Marque o quadrado "Titular do pagamento é o próprio beneficiário do serviço". Clique em OK para concluir a ficha.


2 visualizações0 comentário