Mulher é morta em Petrolina, autor do crime morre de parada cardíaca após ser preso



Policiais Militares passaram o dia desta quarta-feira (9) em frente a uma casa de Petrolina, no bairro areia Branca, Sertão do São Francisco, tentando negociar com um homem que ameaçava se matar depois de ter assassinado a companheira a facadas, após invadir sua casa por volta das 4 horas da manhã. Ele se entregou no fim do dia e de acordo com a secretaria de saúde do município, acabou sofrendo um infarto dentro da ambulância do SAMU pouco tempo depois de ser preso.


A família da vítima, Estefânia Gomes do Nascimento de 36 anos ficaram de prontidão no local à espera de notícias, ela era enfermeira, e atuava como cuidadora de idosos. O SAMU e as primeiras viaturas da Polícia Militar chegaram por volta de 5 horas da manhã, mas foram impedidos de entrar porque o homem ameaçava se matar, foram quase 12 horas de negociações com suspeito, sem avanços.


A equipe do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar de Pernambuco o BOPE, chegou por volta das 4 horas da tarde e assumiu o comando das negociações e em cerca de 45 minutos depois da intervenção do BOPE soou um barulho de bomba, em seguida os policiais saíram com suspeito algemado e entraram no carro do SAMU.


Segundo informações, o homem tinha apenas ferimentos leves, mas dentro da unidade sofreu uma parada cardíaca e a equipe médica do SAMU iniciou o processo de ressuscitação, de acordo com a Secretaria de Saúde de Petrolina. O corpo de Érico Torres Cavalcanti foi levado para o IML de Petrolina


8 visualizações0 comentário