Operação Lei Seca atuará durante todo mês de julho em Araripina, Ouricuri e Bodocó


A Operação Lei Seca vai realizar atividades de fiscalização na região de Araripina, Ouricuri e Bodocó até dia 31 de julho. A motivação é que os números de acidentes com transportes terrestres aumentaram consideravelmente na região, de acordo com dados estatísticos colhidos pela Secretaria Estadual de Saúde e debatidos em reunião do Comitê Regional de Prevenção a Acidentes com Motos - CRPAM), realizada no dia 30 de junho deste ano.


A Região do Araripe foi selecionada para teste (Projeto Piloto) para uma possível espécie de Operação oriunda da Operação Lei Seca (OLS), que vai atuar nos moldes já conhecidos, com a participação originária (Polícia Militar, Secretaria de Saúde e DETRAN), mas contando, quando possível, com apoio de parceiros do trânsito (Polícia Rodoviária Federal e entidades municipais de trânsito, como a AMMTT "Araripina" e o DEMUTRAN "Ouricuri"), além de incentivadores que não participam da parte executória (Prefeituras e Secretarias Municipais).


Os resultados ainda são parciais (devido ao início recente e restrito às ações fiscalizatórias), quais sejam, em 03 (três) dias de Fiscalização (Araripina, Ouricuri e Bodocó): 43 veículo removidos e lavradas mais de 180 autuações, das quais, 18 delas em face de pessoas que conduziam veículos sob a influência de álcool.


A Operação perdurará todo o mês de julho (de 02 a 31), dividida em 04 (quatro) Equipes, de modo em que cada semana haverá uma Equipe diferente.


A OLS atuará em todas as Cidades que compõem a IX GERES (Gerência Regional de Saúde) sob a gestão de Joelma Rodrigues.

A meta da OLS é reduzir o número de Acidentes de Transportes Terrestres, o objetivo é dar fôlego aos leitos hospitalares (especialmente nesse período de pandemia) e a nossa missão, sempre foi e sempre será, *salvar vidas*.


Cidinha Medrado/Fonte: OLS

30 visualizações0 comentário