PARNAMIRIM: Prefeito tem o celular clonado e alerta para golpes


O prefeito de Parnamirim/PE, Ferdinando Lima de Carvalho, conhecido como Nininho, teve o número de celular clonado. Estelionatários enviaram mensagens de WhatsApp para diversos contatos do prefeito, solicitando transferências bancárias via PIX. Em uma publicação na sua página pessoal, o prefeito orientou que, caso alguém receba a mensagem, não atenda nenhum pedido.


De acordo com a nota, os fatos estão sendo comunicados às autoridades para fins de providências e responsabilização dos envolvidos.


Golpes pelo WhatsApp

Durante a pandemia cresceu o número de tentativas de golpes segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). A clonagem do número e acesso ao WhatsApp para pedir dinheiro às pessoas salvas na lista de contatos tem sido uma das mais famosas.


A clonagem acontece quando bandidos conseguem que o proprietário do número de telefone envia o código de SMS solicitado, consumando o sequestro da conta no aplicativo. Se você não passar por telefone o código que chegou via SMS, o bandido não consegue invadir sua conta. Mesmo que você passe e sua conta estiver autenticação por dois fatores, ele também não vai conseguir entrar. Portanto, se você não fez ainda, pare imediatamente, abra seu WhatsApp, clique em “conta” e depois em “confirmação em duas etapas”. Depois é só configurar uma senha que só você saiba. Coloque também um e-mail de recuperação.


Evite cair em golpes, ao receber uma mensagem pedindo dinheiro ou dados pessoais, desconfie. Verifique o contato para saber quem está do outro lado. Se o contato for de uma pessoa conhecida, tente ligar ou falar com ela por outro aplicativo de mensagens. Em alguns casos, o telefone da pessoa ficará bloqueado. Ligue para conhecidos dela que possam confirmar a situação. Preste atenção no nome do titular da conta enviada para transferência e se ele é diferente do seu contato. Na dúvida, não tenha pressa. Os fraudadores pedem urgência para a vítima não ter tempo de conferir as informações.


pautadehoje.com.br

22 visualizações0 comentário