PETROLINA: pitbull invadiu casa e matou dois cachorros, uma criança e duas adolescentes se salvaram


Na tarde dessa terça-feira (27), por volta das 16 h, houve um ataque de um cão pitbull em Petrolina, o cachorro invadiu uma casa no Condomínio Vivendas do Rio, que fica na estrada da Tapera, dois cachorros de pequeno porte acabaram mortos durante o ataque. Foram minutos de muito desespero, o cão da raça pitbull entrou pela porta da frente e abriu com facilidade, passou pela sala e no corredor atacou o primeiro cachorro da família, Barruan de 13 anos e no quarto fez a segunda vítima, o cachorro Marley de 6 anos e ainda tentou se esconder debaixo da cama, mas foi arrastado.


Depois de matar os dois cachorros da família ele tentou entrar no quarto onde estavam a adolescente Maria Luiza, uma amiga e uma criança de 5 anos, eles estavam tão desesperados e se abrigaram dentro de um armário onde tem um closet e um banheiro, até o socorro chegar.


“Eu consegui trazer a criança para dentro do quarto e conseguimos nos trancar, a gente tentando ligar para a polícia, a gente ligou para a segurança, para todo mundo pedindo ajuda, eu pensava que ele já tinha atacado uma pessoa dentro de casa, todo momento passando na minha cabeça, parece um filme de terror, realmente, é muito perigoso “, disse Maria Luiza

O empresário Reginaldo Cariri e sua esposa vieram as pressas para casa, assim que a filha conseguiu pedir ajuda. “Realmente na hora que minha filha ligou desesperada chorando muito e eu saí muito rápido da minha empresa para tentar fazer alguma coisa porque sabemos que essa raça de cachorro é uma raça muito perigosa, agressiva demais, já houve centenas e milhares de casos no mundo inteiro. a gente quer chegar para tentar socorrer os filhos”, disse ele.


O cão vive solto na área de uma casa a cerca de 111 metros da residência da família, uma das hipóteses é que o pitbull tenha pulado muro, que por sinal não é alto e não tem nenhum dispositivo de segurança. “Eu tô procurando até agora entender o que aconteceu, a única certeza que eu tenho é que o muro é um com a grade baixa e de fácil acesso para qualquer cachorro, principalmente um cachorro do porte do pitbull, que invadiu a minha casa”, disse o empresário.

Apesar de tudo, Reginaldo chegou a ir até a delegacia, mas desistiu de registrar o boletim de ocorrência. “Eu não acredito na culpa deles, eu acredito que a culpa é do animal, eu só queria conscientizar as pessoas, que têm esses animais, eles são perigosos, que todo mundo tenha consciência antes de adotar um cachorro desse, que tenha a consciência de que eles podem matar, eles podem matar o dono como a gente já viu vários relatos, eles podem matar os filhos, então eles podem atacar pessoas que passam na rua”, lamentou Reginaldo.

O dono do cachorro enviou uma nota para a reportagem do GRTV lamentando o ocorrido, ele disse que o cão estava em casa e mesmo com toda a estrutura de segurança montada infelizmente aconteceu a fuga de forma inesperada, ele informou ainda que prestou toda assistência a família e que antes disso nunca havia tido problema com comportamento do cachorro, inclusive, evitava passear em qualquer espaço público justamente por entender que mesmo com todos os itens de segurança o animal poderia gerar desconforto e medo nas pessoas, disse que o cão tinha contato com outras crianças e animais, mas agiu de forma inesperada e irreconhecível, disse ainda está à disposição da família vítima do ataque em qualquer necessidade que possa surgir.


Cidinha Medrado/ Via GRTV/ G1

35 visualizações0 comentário