PF executa operação para apurar denúncia de vacinação ilegal

A Polícia Federal (PF) faz, na manhã desta sexta-feira (26), buscas em endereços ligados à Viação Saritur, em Belo Horizonte. A corporação investiga se empresários do setor do transporte foram vacinados ilegalmente contra a Covid-19.


Antes das 6h, policiais saíram da sede da PF, na Região Oeste de Belo Horizonte. Um dos locais em que os policiais cumprem mandados é a garagem da empresa, no bairro Caiçara, na Região Noroeste da capital. O endereço é onde teria ocorrido a vacinação. Imagens internas de segurança serão recolhidas para tentar comprovar o episódio.


A Operação Camarote objetiva apurar a suposta importação e administração irregular de vacinas. A suspeita é de que houve importação irregular de doses da Pfizer e receptação, segundo a PF.


Ao todo, quatro mandados de busca e apreensão foram expedido pela 35ª Vara Federal Criminal de Belo Horizonte para que sejam recolhidas provas relativas ao caso.


A PF investiga se houve importação de mercadoria proibida, caso a eventual importação das doses tenha ocorrido antes a aprovação da lei que trata sobre a compra de vacinas por pessoas jurídicas, de descaminho, caso tenha sido após aprovação da lei, ou ainda se houve falsificação ou adulteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais, caso o episódio tenha ocorrido antes do registro da vacina da Pfizer na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Também é apurada suspeita de receptação pelas pessoas que receberam a vacina.


Do G1

7 visualizações0 comentário