SANTA CRUZ: aulas presenciais continuam suspensas após aumento de internação por covid-19


A cidade de santa Cruz (Venerada) vive um momento delicado em relação à pandemia do novo coronavírus. A Secretaria de Educação chegou a liberar as aulas presenciais, procurando cumprir os protocolos decretados pelo Governo do Estado.


Em 04 de maio de 2021 a Secretaria Municipal de Educação deu início às aulas presenciais nas escolas da rede de ensino, de forma gradativa, com as turmas de 8° e 9° ano, 50% dos alunos de cada turma, optando pelo retorno em forma de rodizio, sendo ofertado o Ensino Híbrido (é uma metodologia que combina a aprendizagem presencial e remota, permitindo que o aluno estude sozinho on-line ou em sala de aula interagindo com os colegas e com o professor), mas devido a um aumento de internações que chegou a lotar o hospital municipal, o comitê de enfrentamento à Covid-19 se reuniu com os educadores, me decidira, suspendendo as aulas presenciais até 23 de maio, através do decreto municipal n° 16/2021.


A Secretária de Educação Daiane Tavares lamentou a situação, disse que não tem como indicar qualquer contrariedade, e que não houve nenhum internamento de professores ou alunos que estavam frequentando as aulas.


“Existem alguns questionamentos sobre o que causou esse impacto, mas graças a Deus tudo está se normalizando, o hospital está mais tranquilo em relação a internamentos, tomamos novas medidas para os próximos 15 dias e a gente precisa observar como estará o cenário três dias antes de o decreto finalizar e aí a gente ver se prorroga o decreto ou se retorna com as aulas presenciais”, disse a secretária.


O decreto também suspendeu aulas na rede privada e estabeleceu novos horários para o funcionamento do comércio.


Operação Convivência


Santa Cruz recentemente foi alvo de diligências policiais na Operação Convivência, há poucos dias surpreendeu um evento com mais de 200 pessoas em uma chácara e dias depois, uma corrida de cavalos, onde cerca de 500 pessoas transitavam sem obedecerem às normas de prevenção. A polícia também vem registrando casos de aglomerações,

principalmente no interior, com

vários eventos clandestinos.


Cidinha Medrado

32 visualizações0 comentário