Segundo encontro do Fala Pernambuco ouve demandas do Sertão do São Francisco


Interlocutores das micro e pequenas empresas do Sertão do São Francisco participaram, na tarde desta quarta (7), de uma videoconferência que marcou a segunda edição do Fala Pernambuco, projeto da Assembleia Legislativa (Alepe) em parceria com o Sebrae. A iniciativa pretende elencar as ações necessárias para alavancar a economia de cada região do Estado, por meio da escuta e coleta de demandas dos pequenos empreendedores.


Uma das medidas reivindicadas pelo setor produtivo do São Francisco, que tem Petrolina entre as cidades integrantes, é que sejam feitos ajustes na lei do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM).


O prefeito de Cabrobó, Elioenai Dias, conhecido como Galego de Nanai, fez apelo ao Poder Legislativo no sentido de reduzir os entraves no acesso aos valores desse fundo


A empreendedora de turismo rural Cynthia Clause participou do encontro e solicitou a contratação de turismólogos por concurso público municipal, para garantir que as políticas públicas do setor não sofram descontinuidade após mudanças na gestão.


Agropecuária

O diretor-presidente da Agrodan, Paulo Dantas, representou o setor do agronegócio. O empresário cobrou a criação de um selo de inspeção estadual, equivalente à certificação municipal para produto agropecuário de origem animal.


Estradas

Outra demanda apresentada foi a recuperação da PE-574, conhecida como Estrada da Uva e do Vinho, e de vias vicinais das cidades da região. As propostas do setor de comércio e serviços foram levadas pelo professor Deranor Gomes, da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).


Programação


A estreia do Projeto Fala Pernambuco ocorreu no mês passado, com a edição do Sertão do Araripe. A próxima reunião será com o micros e pequenos empreendedores do Sertão Central, incluindo Itaparica, Pajeú e Moxotó. A escuta vai percorrer todo o Estado, em mais sete encontros agendados até o mês de setembro, quando a iniciativa chega à Região Metropolitana do Recife.


As audiências com os empreendedores vão servir de base para a elaboração de uma agenda legislativa com foco na retomada da economia. Ao final, será redigido um documento com as principais sugestões para cada região, a ser encaminhado aos Governos Federal e Estadual, sob a supervisão da Consultoria Legislativa da Alepe e de técnicos do Sebrae.



Alepe

0 visualização0 comentário