Sobe para 120 o número de mortos em Pernambuco em decorrência das chuvas


Sobe para 120 o número de mortos em Pernambuco por consequência de enxurradas e deslizamentos de terra provocados pelas fortes chuvas que atingem o Estado desde a semana passada. Ao todo, 4 pessoas continuam desaparecidas e outras 7.312 estão desabrigadas, segundo a Defesa Civil. Com os novos dados, a tragédia se torna a segunda maior da história do Estado. Em 1966, as enchentes deixaram 166 mortos. O Corpo de Bombeiros localizou mais cinco vítimas na tarde desta terça-feira, 1. Duas pessoas foram encontradas na Vila dos Milagres, em Recife, duas em Jaboatão dos Guararapes, e uma em Limoeiro. O Instituto de Medicina Legal constatou que mais nove corpos que deram entrada no serviço também eram de pessoas que morreram em consequência dos temporais registrados.


A Defesa Civil mantém o alerta para deslizamentos, por conta das condições do solo, ainda encharcado nas áreas afetadas. “Para se chegar a esse número [de mortos], cruzamos uma série de informações disponíveis, como as ocorrências geradas no Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciods), os resgates feitos nas áreas afetadas, perícias realizadas no Instituto de Medicina Legal (IML) e relatos de familiares aos serviços de Defesa Civil e assistência social. Há um esforço de todos para, além de termos precisão no monitoramento e atualização da situação, também fornecer o apoio necessário às vítimas e familiares neste momento de dor”, ressaltou o secretário de Defesa Social, Humberto Freire. Já os desaparecidos estão sendo totalizados a partir dos relatos de cidadãos.


As forças de segurança pública e defesa social, lideradas pelo Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE) e compostas pela Defesa Civil, Forças Armadas, Samu, PRF e órgãos municipais, estão atuando nesta terça em três áreas de deslizamento e um local onde uma pessoa teria sido levada pelas enxurradas. Ao todo, 436 profissionais atuam nas buscas, entre bombeiros de Pernambuco e de outros Estados, demais forças amigas, com emprego de embarcações, cães de busca, aeronaves e todos os recursos disponíveis.


Ao todo, 24 municípios decretaram situação de emergência: Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São José da Coroa Grande, Moreno, Nazaré da Mata, Macaparana, Cabo de Santo Agostinho, São Vicente Ferrer, Paudalho, Paulista, Goiana, Timbaúba, Camaragibe, São Lourenço da Mata, Abreu e Lima, Araçoiaba, Igarassu, Aliança, Glória do Goitá, Vicência, Bom Jardim, Limoeiro e Passira.

0 visualização0 comentário