Vacina Astrazeneca poderá ser aplicada com 60 dias em Pernambuco


Em coletiva virtual realizada na tarde esta terça-feira (6), o Governo de Pernambuco anunciou a redução no prazo para aplicação da segunda dose do imunizante da Astrazeneca, contra a Covid-19. Antes aplicada num intervalo de 90 dias, agora a última dose do imunizante poderá ser aplicada em 60 dias.


De acordo com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), empresa que produz a vacina Astrazeneca no Brasil, a segunda dose do imunizante pode ser administrada em um intervalo de quatro a 12 semanas (entre 30 e 90 dias) após a primeira dose. Por isso, a redução do tempo de aplicação no Estado segue as orientações já permitidas.


Cada município deverá agendar a segunda dose de acordo a disponibilidade local. Podendo ser entre 60 e 90 dias. No Recife e em alguns municípios pernambucanos, a adesão à antecipação da aplicação do imunizante da Astrazeneca também já foi anunciada. Salgueiro ainda não se posicionou.


“Essa decisão foi balizada pelo nosso comitê técnico científico estadual. Cada município deverá informar o período para marcação da segunda dose, levando em consideração a sua operacionalização vacinal e seus estoques”, informou o secretário.

11 visualizações0 comentário