Visita de Lula, PT movimenta bastidores com possível indicação de Dulci a vice na chapa com PSB


A confirmação da agenda do ex-presidente Lula (PT) em Pernambuco movimentou a cúpula estadual do Partido dos Trabalhadores, que já testa cenários visando as eleições de 2022. Apesar de não divulgar seus projetos políticos para o próximo ano, o governador Paulo Câmara PSB) admitiu em entrevista ao Nossa Voz na manhã de hoje (13) que as composições para a sucessão estadual fará parte da conversa prevista com o presidenciável.


Com isso, já circula nos bastidores o nome da deputada estadual, Dulci Amorim (PT), como possível vice de Geraldo Júlio (PSB). Sertaneja, engajada em pautas voltadas para a educação, agricultura familiar e qualidade de vida da população das periferias, a deputada seria uma resposta a movimentação do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, que busca viabilizar sua candidatura a governador e reitera críticas apontando uma suposta falta de atenção da gestão Paulo Câmara com o Sertão Pernambucano.


E para bancar o nome de Dulci na chapa majoritária, o PT abriria mão da indicação do candidato ao Senado, abrindo caminho para o deputado federal, Eduardo da Fonte e auxiliando a Frente Popular a acomodar o PP em sua base.


O ex-presidente Lula deve visitar seis estados no Nordeste. No domingo (15), ele chega em Pernambuco e na segunda-feira (16) se encontra com movimentos sociais do Estado. Nos dias 17 e 18 ele estará em Teresina (Piauí). Ainda no dia 18, chega a São Luís (Maranhão), onde fica até sexta-feira, quando vai para Fortaleza (Ceará). Na terça-feira (24), Lula visita a governadora de Natal e quarta e quinta-feira estará em Salvador. Por conta da pandemia, não haverá ato público de massa em nenhum dos Estados.

30 visualizações0 comentário